Dezembro 06 2007

Castelos no Ar

Rita Guerra

 

Hoje fiz de conta
Que o mundo era meu
Quis pinta-lo alegre
Como eu
Mostrar a toda gente
O que estava a sentir
Como as coisas simples
Nos fazem sorrir

Ninguém vê
O dia a nascer
O amanhecer
Ninguém vê
A vida acontecer

Ninguém faz castelos
No ar
E não há quem queira
Sonhar
Já ninguém pára
P'ra ver em vez de olhar
Já não há
Quem repare no luar

Hoje fiz
de conta
Que tinha o mundo na mão
Quis que não fosse um deserto
De solidão
Toda gente corre
Sem saber
E passa pela vida
Sem viver

Ninguém vê
O dia a nascer
O amanhecer
Ninguém vê
A vida acontecer

Ninguém faz castelos
No ar
E não há quem queira
Sonhar
Já ninguém
pára
P'ra ver em vez de olhar
Já não há
Quem repare no luar

Agora, lá fora
O mundo não tem cor
Já não há
Mais canções de amor

Ninguém vê
O dia a nascer
O amanhecer
Ninguém vê
A vida acontecer

Ninguém faz castelos
No ar
E não há quem queira
Sonhar
Já ninguém pára
P'ra ver em vez de olhar
Já não há
Quem repare no luar

 

publicado por Fãs Rita Guerra às 16:32

mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
Para a "eualentejana"!
A nossa visitante, eualentejana, perguntou-nos há uns tempos onde seria o concerto da Rita Guerra, em Beja, no dia 6 de Junho de 2009, só agora foi-nos possível responder. Cara eualentejana, o concerto terá lugar no Parque de Exposições e Feiras, pelas 22H00
blogs SAPO